Aos poucos a Rockstar Games vem soltando as amarras de Red Dead Redemption 2. Desta vez, o estúdio compartilhou imagens e novidades sobre a “vida selvagem” do mundo aberto do jogo.

O desejo dos desenvolvedores é claro: criar o jogo mais imersivo e profundo de todos os tempos. Para tanto, a equipe pretende oferecer variadas maneiras de se interagir com animais, ambientes e atividades.

De acordo com o site:

Os vários habitats e climas de Red Dead Redemption 2 abrigam cerca de 200 espécies de animais, incluindo aves e peixes, e todas reagem de maneira diferente ao seu ambiente. Veados, bisões e antilocapras cruzam as planícies em grandes bandos, animais carniceiros farejam carniça, salmões-vermelhos nadam contra a corrente, lobos cercam suas presas em alcateia, gansos voam em formações fixas, gambás se fingem de mortos, roedores fogem para buracos em árvores, ursos-cinzentos atacam quando ameaçados e aves de rapina sobrevoam nos céus. Todos eles fazem parte de um ecossistema complexo e precisam estar sempre lutando pelo seu lugar na cadeia alimentar.

Os jogadores precisarão caçar, pescar ou fazer qualquer outra atividade que forneça alimentos. É um requisito essencial para se manter disposto em face ao cruel velho oeste. Mas não será só caçar. Cada empreitada vai exigir determinados equipamentos e até mesmo postura. Alvejar um animal com arma de fogo pode, por exemplo, afetar a qualidade carne do animal, desvalorizando o valor de venda.

Veja algumas imagens de Arthur realizando algumas atividades de caça, pesca e venda de itens:

Red Dead Redemption 2, você sabe, chega em 26 de outubro ao PlayStation 4 e Xbox One.