Segundo o redator do Kotaku, Jason Schreier, o novo jogo do Batman teve seu projeto reiniciado. Jason deu essa resposta a um seguidor no Twitter, que o questionou sobre a aparição do jogo na E3.

O novo Batman está sendo desenvolvido pela Warner Bros Montreal, a mesma equipe de Batman Arkham Origins. Isto porquê a Rocksteady informou que não trabalharia mais com os jogos da série Arkham. Seu último trabalho foi em Arkham VR.

Revisitando o asilo

O primeiro jogo da série foi Batman Arkham Asylum, desenvolvido pela Rocksteady e lançado para PlayStation 3 em 2009. O próximo jogo, Arkham City, também desenvolvido pelo estúdio, seria lançado em 2011. Ele era maior, melhor, e proporcionava uma dinâmica muito mais aprimorada que seu antecessor.

Enquanto Batman Arkham Knight ainda estava em desenvolvimento, a Warner Bros Montreal assumiu Batman Arkham Origins, lançado em 2013. O jogo segue a linhagem da série, contando a história do morcego quando ainda era um amador. No entanto, ao contrário da série principal, recebeu notas abaixo do esperado.

O último jogo principal da Rocksteady foi Batman Arkham Knight, lançado em 2015. O potencial gráfico não permitiu que ele fosse lançado para PlayStation 3, obrigando os jogadores a atualizarem seus consoles caso quisessem saber o final da série.

Batman Arkham VR foi lançado em 2016 com a intenção de proporcionar um “teste” com o PlayStation VR. Não é um jogo robusto com muitos recursos, mas você pode conferir nosso review e ver o que um de nossos redatores achou da experiência.

Aqui está a média das notas recebidas pelos jogos da série:

  • Batman Arkham Origins: 7,0
  • Batman Arkham Asylum: 9,0
  • Batman Arkham City: 9,0
  • Batman Arkham Knight: 9,0
  • Batman Arkham VR: 7,0

Batman Arkham Collection foi lançado para PlayStation 4 em 2016. Ele traz os dois primeiros jogos lançados para PlayStation 3 totalmente remasterizados, além de um filme animado do homem-morcego.

Segundo o site VGchartz, o jogo mais vendido da série é Batman Arkham City para PlayStation 3. Lembrando que apenas as vendas de mídias físicas são computadas.