A cobertura da Game Informer sobre Sekiro: Shadows Die Twice revelou que o título não contará com um componente multiplayer e será uma experiência inteiramente focada no single-player. A mesma revista também nos oferece algumas novas informações sobre a progressão do personagem.

Ao contrário de outros jogos da empresa, em Sekiro os jogadores controlarão um personagem pré-definido. Ao assumirem o comando de The Wolf, um shinobi, você poderá personalizá-lo segundo suas preferências com atributos específicos.

Derrotando inimigos você poderá coletar gold e, ao morrer, você não os perderá. Ainda sim, Hidetaka Miyazaki, diretor, revelou que a morte tem um efeito corrosivo no personagem, mas não entrou em detalhes. Provavelmente, atributos de saúde diminuirão em cada ocasião destas.

Além disso, vencer lutas irá garantir XP que, ao completar uma barra, pode fornecer um ponto de habilidade. O jogo deve contar com uma grande árvore de habilidades com diferenciais: para desbloquear qualquer skill será necessário, primeiro, encontrar um artefato correspondente à habilidade.

Já As Sculptor’s Idols são os locais onde será possível investir os pontos de habilidades conquistados – semelhantemente às Bonfires de Dark Souls. Vão existir três categorias da árvore: Artes Shinobi; Artes Samurai e Braço Protético.

Além de movimentos especiais e finalizações brutais, buffs e melhorias estarão presentes. Cada uma das seções promoverá um estilo de combate diferente. Por exemplo, a Arte Shinobi impulsiona movimentos ágeis e ataques em área. A Arte Samurai reinterpreta o combate milenar oriental focado no ataque. Já o Braço oferta diferentes maneiras de abordagem, com a possibilidade de melhorar shurikens e outros recursos.

O gerente de marketing da From Software, Yasuhiro Kitao, compartilhou que a ramificação da árvore de habilidades incentiva os jogadores a serem “criativos na criação do seu próprio ninja, então será preciso pensar muito bem o caminho de especialização que optará.”

Não é somente através do desbloqueio de habilidades que o The Wolf pode ser melhorado. Enfrentar chefes e encontrar salas secretas poderão garantir ao jogador novos poderes para o Braço Protético como um lança-chamas, machado e outros recursos.

Sekiro: Shadows Die Twice será focado em encontros individuais. Com isso, de acordo com o diretor Hidetaka Miyazaki, a experiência está sendo criada para promover a sensação de construir o personagem a fim de encontrar seu próprio estilo de jogo e testá-lo ao longo do jogo.

Sekiro: Shadows Die Twice chega em 22 de março para PS4, Xbox One e PC.