A Sony parece não dar trégua para aqueles que pirateiam seu console. No ano passado, a companhia japonesa intimou Eric David Scales, um hacker da Califórnia, por comercializar no eBay unidades do PS4 com jailbreak instalados.

Na ação, a Sony pede um reembolso de pouco mais de US$ 20 mil (US$ 16.800 de indenização + US$ 3.500 de custos judiciais). E é bem provável que a corporação vença o caso, já que Scales não compareceu ao tribunal para fazer sua defesa, segundo informou na última semana o site Tech Nadu.

A descrição dos documentos explica:

O acusado Eric David Scales anuncia e vende consoles de videogame desbloqueados do PlayStation 4 no eBay. Estes consoles PS4 são carregados com cópias não autorizadas de videogames PS4. De acordo com o Réu, as pessoas que possuem seus consoles PS4 podem parar de comprar jogos.

Para chegar ao valor da indenização, a companhia usou da seguinte lógica: US$ 200 por jogo pirateado + US$ 800 por console desbloqueado. O acusado prometia entregar 76 jogos e contava com dois consoles para venda.

Para fundamentar o caso e coletar provas, a Sony nem precisou de habilidades investigativas à lá CSI. Ela, através de um agente, fez duas compras: na primeira um PS4 com mais de 60 jogos e uma segunda aquisição com também um console e outros jogos.

De acordo com a empresa, os pacotes vinham com instruções de como baixar e instalar jogos pirateados adicionais. Dado curioso é que um dos pacotes contava com um “endereço de retorno”, para caso o produto não fosse entregue. O endereço era justamente de Eric Scales.

Como Eric não comparece no tribunal e as “provas” parecem bem fundamentadas, é bem provável que os juízes emitam parecer favorável à Sony.