As grandes companhias de videogames já se preparam para a nova geração de consoles. A Take-Two, por exemplo, se diz pronta para o que está por vir, muito provavelmente, a partir do ano que vem.

O CEO da empresa, Strauss Zelnick, concedeu uma entrevista ao GameInsdustry e revelou que o seu estúdio não vai sentir um aumento nos custos de desenvolvimento causados pela transição de geração. Para Zelnick, isso é coisa do passado.

Sempre que uma nova tecnologia aparece e nos permite fazer mais, os desenvolvedores querem ir além e os custos podem aumentar. Porém, nossas expectativas não veem um aumento nos gastos. Os dias de curvas que subiam e desciam no negócio de entretenimento em torno dos ciclos de hardware acabaram há um bom tempo.

O executivo encerrou a declaração dizendo que a transição da geração passada para a atual “não foi desafiadora para a Take-Two ou para a indústria em geral”. Zelnick lembrou que foi a primeira vez que a transição não levou alguém à falência. Segundo ele, é provável que isso se repita agora.

Quais são os próximos jogos da Take-Two?

Embora a companhia esteja pronta para a nova geração, pouco se sabe sobre os próximos jogos da Take-Two – especialmente da Rockstar Games. Com o sucesso do lançamento de Red Dead Redemption 2, a empresa não parece estar com pressa para anunciar os próximos títulos.

Rumores apontam a chegada de Bully 2 e GTA 6, mas as informações não passam apenas de especulações.