Sem dúvida, ao se falar em Ubisoft, o primeiro título que nos vem à cabeça é Assassin’s Creed. Não é para menos, já que desde 2009, a cada ano, temos o lançamento de um novo game da franquia, algo que não acontecerá desta vez.

Mas os fãs não precisam ficar preocupados, segundo a Ubisoft, Watch Dogs 2, com lançamento previsto no Brasil entre os dias 25 de novembro e 5 de dezembro, será o substituto ideal, no ano, para Assassin’s Creed, garantindo que os jogadores não sentirão tanto sua ausência.

Essa não é uma mera expectativa da empresa, parece ser uma realidade vivida e falada por toda a produção de Watch Dogs 2, como no caso da entrevista de Darren Bowe, diretor de vendas da Ubisoft no Reino Unido, ao MCV, portal britânico da indústria de games:

Watch Dogs 2 é baseado em uma série de games da empresa, isso significa que a Ubisoft não desvalorizará nenhuma de suas outras franquias (…) o novo game preencherá o espaço deixado por Assassin’s Creed este ano.

A falta que Assassin’s Creed pode fazer é uma preocupação genuína da empresa, que mesmo tendo uma lista de franquias forte, reconhece o potencial de vendas de seu jogo mais famoso.

Prova dessa força, é a aposta da empresa no sucesso de Steep, em dezembro, e no reconhecimento da sucesso de The Division e Far Cray Primal, dois dos grandes lançamentos da empresa no ano.

Bowe ainda fez questão de lembrar dois jogos mais antigos que ainda mantém uma grande comunidade de jogadores ativos, referindo-se a The Crew e Rainbow Six: Siege.

Para se precaver de vez, a produtora ainda investiu no lançamento de The Ezio Collection, que possibilitará aos jogadores reviver o fase de ouro do game, com os três principais títulos da franquia. Oportunidade para novos e antigos jogadores.

A expectativa (de acordo com os rumores) é que um novo game de Assassin’s Creed seja lançado até o fim de 2018. Apesar de não haver confirmações da empresa, seu histórico de franquia, indica que o hiato, para games inéditos da série, não seja muito longo.

E você? Sentirá falta de um novo game para a série? Ou acredita que já é um tema em exaustão? Deixe sua opinião aqui nos comentários.