Em uma entrevista ao Games Radar+ (via VG247), a DICE expressou seu descontentamento com o resultado final de Battlefield 1 em razão da ausência de personagens femininas. O desejo da companhia era adicionar combatentes mulheres no jogo ambientado na Primeira Guerra Mundial, semelhantemente a como será o próximo game.

O produtor executivo da companhia, Aleksander Grondal, revelou que a decisão tomada é uma vergonha para o estúdio, já que acredita que a adição teria sido a melhor escolha dentro do contexto para o jogo.

Eu penso que é uma vergonha para nós não termos adicionados mulheres em BF1, porque talvez isso foi melhor para nós. Eu não acho que isso é algo popular ou tendência do momento, eu acredito que é sobre os jogadores que querem se expressar de maneiras diferentes.

Se você analisar Battlefield historicamente, é sobre expressar a si mesmo ao longo do gameplay, resolvendo problemas da maneira que você deseja, e essas personagens se encaixam perfeitamente naquilo que estamos pensando.

Diante deste cenário de polarização das opiniões sobre as tomadas de desenvolvimento de Battlefield V, analistas acreditam na possibilidade do jogo fracassar em números de vendas. Como se não bastasse, os números da pré-venda do jogo não são satisfatórios, segundo dados revelados pelo Wall Street Journal.