Nós testamos, na Brasil Game Show 2015, o novo episódio da franquia Assassin's Creed e as primeiras impressões foram positivas, principalmente pela jogabilidade apresentada e pelos recursos disponíveis para o jogador durante o desenrolar do game.

ASSASSINS CREED SYNDICATE

O contexto histórico de AC Syndicate se passa em meados do século XIX, no auge da Revolução Industrial na Inglaterra, ou seja, a metrópole passa a se urbanizar rapidamente, tendo um exponencial crescimento populacional dentro das cidades. A Ubisoft soube tratar disso muito bem, pois é perceptível o quão caótico é o ambiente: carruagens atravessando o tempo todo, vários fluxos de pessoas e um clima de industrialização.

O trecho do jogo disponibilizado para os espectadores da BGS começa com o jogador tomando controle de Evie, irmã de Jacob, uma assassina altamente habilidosa. A missão dela é infiltração em um local e assassinato de um alvo, porém, os caminhos para atingir o objetivo são vários. É possível contactar um guarda disfarçado, ou causar um tumulto, ou assassinar outro alvo que lhe permita maior acesso ao cenário. Todas essas possibilidades permitem ao jogador um maior controle sobre toda a situação e como resolve-lá.

Outro ponto bastante interessante é a movimentação da assassina. Houve uma brusca aprimoração do AC antecessor e, no atual, o parkour e a locomoção de Evie são fluidas e bem realistas. Tudo isso ainda melhora com uma novidade: uma espécie de arpão que pode te ligar de um prédio a outro sem maiores dificuldades. Foram feitas reformulações no sistema de combate também, viabilizando embates mais rápidos e brutais.

A diretora de áudio, Lydia Andrew, afirmou que Assassin's Creed Syndicate será o maior da série e que os erros de seu antecessor não se repetirão. O game chegará às lojas no dia 23 de outubro para o PlayStation 4, Xbox One e PC.

Você é fã de Assassin's Creed? Vai comprar as aventuras dos irmãos assassinos Jacob e Evie? Deixe seu comentário.

Confira também: