The Witcher vai, em breve, receber uma série adaptada na Netflix, a maior plataforma de streaming de vídeos do mundo. E a caracterização de Geralt de Rivia, o protagonista da saga, será inspirada na personalidade do bruxo vista na franquia de games. E não na série polonesa de 7 livros que deu origem a ela.

A informação surgiu em uma entrevista de Tomasz Baginski, diretor da adaptação, ao site Inn Poland. Na ocasião, Baginski revelou que favoreceu a versão do personagem feita pela CD Projekt RED. E deixou um pouco mais de lado a caracterização original de Geralt dos livros de Andrzej Sapkowski.

O diretor, então, percebeu que embora muitos possam conhecer apenas a versão de Geralt nos games, a versão do personagem nos livros tem outro tipo de interpretação. Por isso, Baginski avisa que o Geralt reproduzido na série da Netflix poderá apresentar óbvias similaridades em ambas as versões (livros e games).

Bruxaria na telinha

The Witcher na Netflix será produzido pelo estúdio polonês Platige Image e terá como produtores Sean Daniels e Jason Brown, da série The Expanse. O enredo será baseado na série de livros, que acontece antes da franquia de games da CD Projekt RED. E vai mostrar a transformação de Geralt de Rivia de humano em um bruxo caçador de monstros.

The Witcher na Netflix ainda não tem previsão de lançamento. Novidades quanto a imagens, pôsteres ou trailers ainda vão demorar a sair. Também não se sabe os planos da Platige Image quanto ao número de temporadas. Informações quanto a quem vai interpretar Geralt ou  elenco sobre os demais personagens também é desconhecido.

The Witcher 3: Wild Hunt, o último jogo da franquia, foi lançado no PlayStation 4 em 2015 e se tornou um dos games mais premiados de todos os tempos. Entenda o por quê nesta análise completa. O título recentemente ultrapassou as 25 milhões de cópias vendidas mundialmente.